Desejo incontrolável (+18)

Ele sempre ia comigo até a faculdade, chegando lá ficávamos no estacionamento até o início da aula, ele me beijava até eu ficar totalmente excitada e implorando por mais, isso era bom, criava expectativa para depois.
Eu estava de saia e ele percebeu ao me tocar, disse que eu merecia ficar de castigo por estar sem calcinha(eu adorava sentir o vento passando por mim ou imaginar que estava facilitando o trabalho dele)
Nos despedimos, fui pra sala de aula, chegando lá coloquei a mochila no colo e comecei a me tocar, ninguém perceberia, eu estava no fundo e tinha poucas pessoas na sala, não aguentava mais tanto desejo, precisava gozar.
Fui ao banheiro, coloquei a perna no vaso e comecei, gemendo baixinho e me tocando.
Ouvi um barulho, a luz se apagou e eu fiquei quieta, sai pra fora e fiquei esperando, já imaginava quem era.
Ele me puxou, colocou na bancada da pia, me beijou com selvageria enquanto enfiava seus dedos nela, se abaixou e chupou um pouco, só o suficiente para que eu implorasse por ele. Me fez descer da bancada, me virou de costas e enquanto segurava o meu cabelo, meteu com força.
Quando acabou me disse: “nunca mais me deixe explodindo assim no meio da minha aula, amor”.
Eu definitivamente amava o meu professor.

-Gabriele

*Texto meramente fictício*

Anúncios

2 comentários sobre “Desejo incontrolável (+18)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s